Cidadãos de Moçambique e a UCM reflectem o Contributo da Arte

CIDADÃO DE MOÇAMBIQUE e a UCM refletem o Contributo da Arte numa mesa-redonda

A Associação Cidadãos de Moçambique em parceria com o Núcleo dos Estudantes da Faculdade de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Católica de Moçambique debateram e reflectiram, na tarde da passada Segunda-feira, no auditório daquela Universidade, em Quelimane, o contributo da arte para construção de uma sociedade pacifista e progressista.

Este debate juntou mais de 50 participantes entre o governo, estudantes, docentes, fazedores da arte, jornalistas, organizações da sociedade civil e vários outros segmentos. Na ocasião, o representante do Director Provincial da Cultura e Turismo na Zambézia, Cliff Frayd Fahardine disse que, a arte é uma actividade humana ligada a manifestações de ordem estética, feita por artistas, com o fim de estimular o interesse de consciência com um ou mais espectadores. Por um lado, criando emoções numa pessoa e por outro, influenciando na maneira de ser e estar de toda uma sociedade.

Segundo Fahardine há poucas Mulheres a fazerem arte, pelo que entende ser missão de todos promover a igualdade de género no seio dos fazedores de arte, para que tenhamos cada vez mais, um número aceitável de mulheres na área, e chama o envolvimento de todos para o progresso da arte “é imperioso a melhoria do conteúdo das mensagens dos produtos artísticos, pois através desta melhoria, poderão ocorrer efeitos muito significativos na educação do ser humano e, com envolvimento de toda sociedade, podemos vencer”, opinou.

O Administrador do Distrito de Quelimane, Carlos Carneiro, igualmente, chamou atenção a comunidade estudantil junto dos participantes, o cuidado de consumir conteúdos artísticos com mensagens que não contribuem para a ordem e o progresso de uma sociedade, “somos chamados a ser humildes, disciplinados e a evitar o automatismo de sempre esperar do outro para progredir, portanto, se queremos um futuro risonho, cooperemos para tal, não aguardemos que outros façam. Temos que desencorajar os fazedores de arte com mensagens que colocam em causa a boa educação de toda uma sociedade”, frisou.

O Director da Faculdade de Ciências Sociais e Politicas da Universidade Católica de Moçambique, Professor Alfândega Manjor, elogiou a iniciativa, tendo de seguida, afirmado que, iniciativas do género têm de continuar a ser promovidas e alargadas a toda a sociedade, porque, “se de verdade, queremos um Moçambique que tanto almejamos, comecemos a alicerçar os pilares hoje, para uma confraria regrada”. Comentou.

Entretanto, o Director Executivo da Cidadãos de Moçambique, Rogério Marques Júnior, apoiou-se na frase do Malcom X, que o futuro pertence àqueles que se preparam hoje tendo acrescentado que, se queremos uma comunidade ou sociedade que se move em princípios éticos e morais é imperioso que comecemos a planificar hoje,é necessário incentivar os fazedores de arte a trabalhar com um compromisso de desenvolver a sociedade”, observou.

Os participantes da mesa redonda enalteceram a iniciativa e reiteraram que o Governo seja proactivo na fiscalização e regulação da arte, que nos últimos dias, na Zambézia, e em Quelimane em particular, tem sido vítima de difusão de conteúdos com teor que contrariam e perigam o bem-estar e desenvolvimento da sociedade.

Com esta mesa-redonda espera-se que os Artistas de Quelimane estejam comprometidos com valores altamente cívicos e na produção de músicas que agregam valores pacifistas e progressistas para a sociedade, Artistas comprometidos na criação do seu código de ética e deontológico; Estabelecer uma plataforma de monitoria e de intercâmbio de ideias entre os artistas seniores e juniores.

Algumas fotos retiradas na ocasião do evento:

Cidadãos De Moçambique

Cidadãos de Moçambique

info@cidadaos.org.mz

Somos uma rede de activistas, independentes e apartidários, dedicados a assegurar que os cidadãos tenham o direito a informação e a informar bem como a capacidade de influenciar as decisões políticas, macro e micro, com impacto sobre as suas vidas

Sem comentários

Postar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: