PRODEA e parceiros organizam mesa-redonda sobre provisão de Água e Saneamento do Meio em Mocuba

O Programa de Desenvolvimento Ambiental (PRODEA) em parceria com a Fundação Mecanismo de Apoio a Sociedade Civil (MASC) e Serviços Distrital de Planeamento e Infraestruturas de Mocuba, organiza no próximo dia vinte do mês corrente, na cidade de Mocuba, uma mesa-redonda sobre a provisão de água e saneamento de meio, com objectivo de garantir a provisão de água e saneamento através de uma acção interventiva coordenada entre parceiros e as comunidades do posto administrativo de Mugeba.

O difícil acesso à água potável no distrito de Mocuba aliado a distâncias, avarias e falta de manutenção dos furos de água, tem contribuído no fraco saneamento que tem provocado doenças de origem hídrica e altos níveis de desistências escolares, sobretudo, a rapariga, que é obrigada a deixar de ir a escola, porque tem de percorrer longas distâncias a procura de água em condições para o consumo.

Nesta mesa-redonda, espera-se que, o Governo e parceiros estejam consciencializados e comprometidos em apoiar as necessidades das comunidades, os serviços distritais de planificação e Infraestrutura tenha um plano concreto de monitoria e assistência permanente dos furos de água e novas aberturas com base no Plano Economico Social e que os comités de gestão sejam sustentavelmente potenciados para que os problemas da comunidade sejam atempadamente identificados e resolvidos.

Refira-se que neste momento, o PRODEA e a Associaçao Cidadãos de Moçambique discutem termos para a celebração de um Memorando de Entendimento no âmbito do projecto de advocacia da governação no capítulo dos Serviços Públicos sobre a provisão de água e Saneamento do Meio que, à semelhança do PRODEA, a Cidadãos de Moçambique está a implementar no distrito de Inhassunge e Cidade Quelimane com o financiamento da Fundação MASC

 

Cidadãos De Moçambique

Cidadãos de Moçambique

info@cidadaos.org.mz

Somos uma rede de activistas, independentes e apartidários, dedicados a assegurar que os cidadãos tenham o direito a informação e a informar bem como a capacidade de influenciar as decisões políticas, macro e micro, com impacto sobre as suas vidas

Sem comentários

Postar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: